[Resenha] Legend

   Legend  é o primeiro livro de uma trilogia futurista distópica.

   Leitor, acho que pude ouvir seu pensamento daqui xD: ” Ah não, mais uma trilogia num futuro horrível, com um governo totalitário que vai ser o inimigo de dois adolescentes que vão acabar se apaixonando em meio à batalha do bem contra mal.”. Bom… É isso mesmo. Mas espere ! Não vá fechando essa aba e me condenando ao limbo ! Me escute (leia) só mais um pouquinho *-*

   É verdade que o universo literário está um tanto saturado de distopias ultimamente. Desde Jogos Vorazes, a mania de escrever ( e ler) sobre um futuro desprezível e a busca pela (re)humanização virou um fenômeno que gerou várias séries com temáticas bem semelhantes. O que antes era bem legal ( era bom terminar um livro sabendo que teria outro similar para ler depois), acabou se tornando repetitivo com o passar dos anos e, também, criando uma resistência de alguns leitores à essa temática tão massificada ultimamente. É. Pois é.

   Eu era essa leitora.

   Tanto que quando vi Legend no Skoob (ei, você também está lá? Eu também !) com várias resenhas positivas eu logo pensei, “Cópia de Divergente. Será que esse pessoal não consegue ver isso?” Fui bem preconceituosa (afinal, eu nem tinha lido o livro!) e não estou orgulhosa disso 😦 Mas, com o tempo, fui lendo mais e mais resenhas e acabei sendo convencida a dar uma chance a estória de Marie Lu.

   Definitivamente, minha melhor decisão literária dos últimos tempos. E eu vou te dizer porque.

tumblr_mvx0ngbkG51qfy1fno1_500

Fonte: Tumblr

   Eu me envolvi TANTO, mas TANTO no mundo de Legend que minha mãe sabe diálogos de cabeça, de tanto que eu falava deles para ela. Foi uma leitura tão fora de série, tão intensa, surpreendente que, quando eu terminei de ler este livro, eu não conseguia acreditar que um brochura tão frágil podia estar guardando uma estória DAQUELAS durante todo aquele tempo.

   Eu não parava de ler o livro por nada. Filas de bancos, ônibus, antes do almoço. O tempo todo. Tudo que eu queria era ver todo aquele caos resolvido. Grande otimista eu. Acredito que o grande trunfo de Marie Lu é conseguir criar situações inimagináveis porém realistas, sem ter medo de machucar os personagens (e o leitor). Tudo nela é preciso, é justo, é cortante, intenso e político. É tudo verdadeiro e quente, a ponto de queimar. É muito humano.

   Legend conta a estória de Day e June, que vivem nos Estados Unidos da América (ou o que sobrou dele) e seguem vidas paralelas, que nunca deveriam se encontrar. Ele, um fugitivo da lei. Ela, um prodígio intelectual federal. Entretanto, tudo muda em uma noite sombria, na qual o destino desses dois será entrelaçado para sempre, na qual o futuro de todo um sistema é condenado a extinção.

tumblr_mvx0ngbkG51qfy1fno2_500

Fonte: Tumblr

   Após o primeiro dia de leitura eu já estava vendida. Sabia que June e Day tinham me ganhado e li toda a trilogia em duas semanas. Com isso, a série Legend entrou, com louros, medalhas, troféu e sinfonia, para a minha lista de séries mais queridas da vida. Eu realmente, sou muito mais feliz agora que eu li esse livro ❤

    Então, queria poder dizer tudo isso aqui e deixar registrado o quanto Legend me fez feliz    (e um tanto obcecada) ❤

   Por hoje é tudo, pessoal : ) Alguém aí já leu Legend? O que vocês andam lendo?

   Que a Força sempre esteja com vocês, amigos : D

Top 5 : Melhores Personagens de Séries de TV

   Que coisa mais difícil de se escolher ! São tantos personagens maravilhosos que encontramos por aí *-* Mas bom, chega de reclamar ! Com vocês, meu cinco personagens favoritos da TV ( em ordem alfabética, porque não conseguiria escolher entre eles de jeito nenhum O.O )

Joey Tribbiani (Friends)

joeytrib

   Ou, na verdade, o personagem Joey/Chandler/Monica/Rachel/Phoebe porque escolher entre eles é cruel demais !!! ( se você está se perguntando porque não o Ross, seis palavras para você : They were not in a break ! )

   Mas bem… Joey é uma gracinha ❤ O ultimato em criança grande, cheio de inocência ( e também cheio de falta de inocência -.- ), cheio de alegria ❤ Joey consegue ser um personagem digamos, não conhecido por sua sagacidade, mas ao mesmo tempo um personagem crível, divertido e que eu todos gostariam de conhecer e de ter como amigo : D

   Escolhi ele entre os outros porque de todos, ele foi o único que nunca me decepcionou, ao contrário, Joey muitas vezes me surpreendeu com suas atitudes, muito maduras até (!)

   Então, veredicto, Joey é uma gracinha ❤

Continuar lendo

Joyce Jonathan : felicidade musical

Outro dia no youtube eu acabei encontrando uma cantora francesa que canta umas músicas muito fofinhas *-* e que virou rapidamente uma das minhas favoritas ( já é presença marcante no meus fones de ouvido =D ). Estou tão, mas tão feliz de ter encontrado mais uma nova artista que me ajuda a estudar com músicas bonitas, que eu decidi compartilhar ela aqui com vocês !

Joyce Jonathan tem 26 anos e já tem 3 álbuns lançados. Infelizmente, os CDs não são vendidos aqui no Brasil, mas as suas músicas estão disponíveis no Youtube, no Spotfy e no Itunes ( que tem todos os Cds lá ❤ )

As músicas dela são, em geral, bem alegres e felizes, e falam de sentimentos, amor e aproveitar a vida = D  Eu adorei e acho perfeito para me motivar de manhã enquanto eu vou para a faculdade *-*

Vou deixar aqui embaixo o link com as minhas favoritas, e espero que vocês gostem também ❤

ps: Se alguém tiver indicações de outras artistas francesas, eu vou amar saber !!!

Ça ira 

jj1

Le Bonheur

jj2

” Eu não quero desperdiçar a minha vida

A felicidade não é o objetivo, mas o meio

A felicidade não é a queda, mas o caminho” 

Le bonheur

Je ne sais pas

jj7

 

Por hoje é isso, pessoal ! Espero ter ajudado !

😀

Meus três filmes franceses favoritos <3

   Sempre amei ver filmes. Acho que, para quem já vem me acompanhando por aqui, isso é até um pouco óbvio xD Mas, eu não sei porque, desde muito pequena, é o que eu mais gosto de fazer na minha vida. Mais do que comer nutella. É, é realmente um caso sério XD

   E, por mais que eu adore me distrair e me perder no mundo do cinema, com suas poses emblemáticas e diálogos eternos, eu gosto ainda mais dos meus momentos cinéfilos quando eles vem com um bônus. Vou explicar ! Tipo: quando eles tem músicas legais ( adoro musicais *-* ), ou quando são baseados em livros ou, claro, quando me ajudam a me acostumar mais com uma língua estrangeira.

   Pensando nisso e em quanto às vezes é difícil quem estuda integral ter tempo de procurar filmes  que ajudem no aprendizado de novos idiomas, eu resolvi compartilhar um pouco aqueles que eu mais gosto por aqui *-*  Então, hoje, vou listar aqui os meus três filmes favoritos da vida em francês ❤ Eles são, basicamente, comédias românticas fofinhas e bem engraçadas, e são BEM leves, se comparados aos filmes franceses tradicionais 😮

     Bom, então vamos lá : D

  • A noiva perfeita (Prête-moi ta main)

   Luis é um cara que, simplesmente, não quer se casar. Ele não encontrou a pessoa certa ainda e também não está com pressa de fazê-lo. Ele adora seu trabalho, como criador de perfumes em uma fábrica renomada, e está feliz com a vida que tem. Muito fácil de entender ele, não? Eu acho que sim : )

59545_o

   Mas vai explicar isso para a sua mãe e suas CINCO irmãs !! xD Não, não e não ! Todas elas querem desesperadamente que ele se case e não param de pertubar o coitado por conta disso. A coisa é tão extrema que, um dia, ele tem uma grande ideia. Contratar alguém para fingir ser a sua noiva ! A partir daí, é muita confusão, muito romance, muita fofura e muitas risadas *-*

  • Opções de trailer:
  1. Trailer com legendas em português
  2. Trailer sem legendas

Continuar lendo

Namorado de Aluguel

   250 páginas de uma estória leve, divertida, com personagens espirituosos, romântica e tão fofa que você se pergunta como não havia descoberto esse livro antes. Você não consegue parar de ler e, quando para, fica relembrando suas cenas favoritas *-* .

   Li Namorado de Aluguel em um dia ( porque não havia quem ou o que que me fizesse largar esse livro xD), mas tenho certeza que essa estória vai ficar comigo para sempre e ele vai ser um daqueles livros que, depois de um dia cansativo, eu vou querer folhear e reler algumas partes *-*, só para me sentir um pouco melhor ❤

IMG_9147

DDB = ? ❤

   O livro conta a estória de Gia, uma garota popular (daquelas de filme americano) que leva um fora de seu namorado no estacionamento (!), na noite do baile de formatura (!!!). Ele a deixa completamente só. O problema é que Gia, além de querer ir ao baile com seu namorado, também queria provar para sua “amiga” Jules que seu namorado, de fato existia. Pode parecer meio bobo, e é mesmo se formos pensar, mas qualquer um que já teve 17 anos e uma menina cruel querendo “roubar” suas amigas e te deixar excluída  vai poder se identificar com o medo da Gia. Eu sei porque eu consegui : (

   Ela então vê um menino no estacionamento, de óculos, lendo um livro, usando uma camisa com uma cabine telefônica ( TARDIS !!! ❤ ). E ela pensa: Jules não conhece meu namorado, ninguém conhece meu namorado. Esse menino poderia ser meu namorado ! E ela vai até o desconhecido e o convence ( num diálogo engraçado, que me ganhou de primeira) a ir com ela no baile como Bradley, seu namorado.

IMG_9151

Tardis, romance e fofura *-*

   O que se desenrola a partir daí é uma confusão, recheada com romance, risadas e autodescobertas. Além da leveza e magia de fofura que envolvem esse livro, eu também gostei muito da mensagem que ele carrega, de como devemos realmente expressar nossos sentimentos e não negá-los o tempo todo.

   Adorei o livro e o recomendo para todos que gostem de um romance leve, com tiradas engraçadas, diálogos espirituosos e divertidos, daqueles que te fazem rir alto e flutuar ao mesmo tempo. Entrou, com glórias, para minha lista de favoritos no skoob ❤

   Por isso é hoje, pessoal 😀

Obsidiana

  Obsidiana foi o segundo livro que eu li em 2016 e, nossa, como ele foi uma surpresa!

   Quando eu li a contracapa do livro, eu pensei: Puxa vida, vai ser um Crepúsculo de ET !

    E, não que eu não tenha gostado de Crepúsculo, eu li o primeiro livro duas vezes quando ele foi lançado! Sei que hoje muitas pessoas que leram e gostaram desse livro ficam o desprezando e tudo mais, mas eu não acho isso muito legal. A estória tem uns pontos meio toscos, mas eu me diverti muito lendo o primeiro livro e tenho até o DVD do primeiro filme. A partir do segundo livro, Crepúsculo foi me perdendo quando começou aquele triângulo amoroso. A partir dali fiquei brava com a Bella (de quem eu já não era muito fã) e decidi criar pra mim que só existia o primeiro livro e ponto.

    Enfim, já estou falando demais ! XD Vamos voltar ao assunto original: Obsidiana ❤

IMG_9135

Home *-*

   Então, como o   que eu não queria era ler um livro que fosse a cópia de outro, mas que só mudasse a criatura sobrenatural envolvida, eu fiquei meio desanimada quando li atrás, mas (ainda bem ! ), decidi ler a primeira página. E, quando eu vi, estava lido o primeiro capítulo. E o segundo. Em segundos. Daí me rendi: decidi levar o livro porque não ia conseguir voltar a viver a minha vida normal, sem saber o que ia acontecer dali em diante !! O.O’

   O livro é, sim, uma trajetória de menina-encontra-cara-supernatural-e-se-apaixona. MAS, não é só isso! Não mesmo !

   Para começar o livro é muito divertido. Jennifer L. Armentrout tem umas tiradas muito engraçadas e inteligentes, que fizeram rir bastante ^^ . Além disso, o livro é leve e cativante, com uma estória que  te prende e que você não consegue mais largar !

   Em Obsidiana conhecemos a estória de Katy, que acabou de se mudar para uma cidade pequena (é.) e acaba descobrindo segredos sobre seu vizinho insuportável Daemon e toda sua família (é, eu disse que a sinopse do livro não ajudava muito), enquanto tenta se manter em segurança, já que a cidadezinha do interior oferece mais perigos do que ela poderia imaginar.

IMG_9137

   Acho que o diferencial desse livro são os personagens: todos eles são muito bem construídos e, com o passar das páginas, podemos ir conhecendo mais as texturas que Armentrout criou. Além disso, achei muito bem construída a parte da fantasia dessa estória: quem e de onde vem os Luxen, como destruí-los, quem são seus inimigos e tudo mais. Achei muito criativo e interessante e, no final, me peguei pesquisando na internet por um cordão com pingente de obsidiana para mim *_* Isso para mim foi um indício de que fui cativada por esse livro =>

   Quanto aos aspectos gráficos, não tenho do que reclamar. A Editora Valentina continua com o seu trabalho excelente : ) Não sou muito fã de livros com capa que tenha foto de pessoas, mas esta capa eu achei que combinou bastante com o astral do livro e isso não me incomodou mesmo. Tudo muito bom : D IMG_9134

  Recomendo Obsidiana para leitores que gostem de um romance leve, divertido e sem muitas propensões de ser um grande marco na literatura. Sabe quando tudo que você quer é relaxar após uma semana de provas e ler um livro bem tranquilo que te faça rir e torcer pelo bem na luta contra o mal? Então, Obsidiana está aí ❤  Um livro fofinho, bem construído e com uma estória fantástica muito bem elaborada. Adorei e não vejo a hora de ler o próximo  *_*

OBS: Todas as fotos do post de hoje foram tiradas por mim *-* Deu trabalho, mas foi bem divertido !! EEEEE \*w*/

Por isso é hoje, amigos : )

Que a Força esteja com vocês sempre ❤

FCM: Aconteceu Naquela Noite

   Olá, pessoal!

   Hoje eu queria inaugurar uma categoria nova aqui no blog : D Nela (que, por enquanto, vai se chamar Filmes Clássicos Maravilhosos) eu vou falar sobre filmes clássicos que são… bem… maravilhosos xD Pelo menos é o que eu acho *-*

PhoenixCinema_Credito_Maurita_van_Droogenbroeck_2012_1

Crédito: Maurita van Droogenbroeck

Vou tentar explicar melhor: Muitas vezes ouvi de amigos e familiares aquela ideia de que filme bom é filme novo, pós anos 2000, que filme preto e branco é sem graça e dá sono. Bom, acho que cada um é cada um e todo mundo tem direito de pensar o que quiser. Mas, como eu, felizmente, já me deparei com filmes incríveis antigos, cheio de sensibilidade, engraçados, emocionantes e tudo de bom (*u*), eu achei que seria muito bom poder compartilhar esses títulos por aqui e talvez mostrar para alguém que nunca deu a esses filmes mais velhinhos uma chance, que eles podem sim ser muito divertidos , profundos, bem feitos e cheios de estórias maravilhosas que deviam ser contadas e que devem, ainda hoje, ser vistas *-*. Então, vamos lá?

Bom, inauguração feita, vamos ao primeiro filme!

It-Happened-One-Night-Poster

O filme é super fofinho e engraçado *-*

   Aconteceu naquela noite (It Happened One Night) é uma comédia romântica muito leve e engraçada e, por milhas, um dos meus filmes favoritos de todos os tempos ❤

   O filme conta a estória de Ellie , uma herdeira riquíssima que quer muito se casar com um cara que seu pai não aprova. Ela então decide fugir de casa e, no caminho de sua fuga, acaba conhecendo Peter, um jornalista muito charmoso. Juntos eles vão viver muitas aventuras e vão render muitas risadas!

it-happened-one-night-2

Peter Warne é, às vezes, MUITO insuportável !! (e adorável *-*)

   É um filme muito fofinho, com uma atriz muito carismática e adorável, a Claudette Colbert e um ator, Clark Gable, que talvez você esteja reconhecendo de algum lugar: Ele é o protagonista de um dos maiores filmes do cinema: E o Vento Levou!

   Além disso Aconteceu Naquela Noite foi o primeiro filme a ganhar as cinco principais estatuetas do Oscar: Melhor Filme, Diretor, Roteiro, Atriz e Ator Principal.

   Ah! Uma curiosidade: O estúdio que tinha o Clark Gable como contratado na época fez ele fazer esse filme mesmo sem ele querer fazê-lo, como meio de punir o ator por mal comportamento. O filme era uma comédia romântica e Gable não era muito de fazer filmes desse gênero, que não eram muito respeitados na época (e, pensando bem, até hoje não são). Bom, Gable acabou fazendo e ganhando um Oscar pelo papel, além de estrear em um dos filmes mais eternos da história do cinema. Que coisa, não? 😮

It-happened-one-night

Muito amor *-*

   Além disso, o filme é dirigido por Frank Capra, um dos diretores mais prestigiados da indústria e também o meu diretor favorito ❤

   Por isso tudo e um pouco mais, acho que esse é um filme fantástico e uma boa pedida para quem quer dar uma chance para sétima arte mais antiga : D

   Bom, por hoje é isso 😀 Espero que esteja tudo bem com vocês !

   Que a força esteja com vocês e tenham um ótimo final de semana : D

Dois dos meus filmes românticos favoritos <3

pongo

Fonte: Pinterest

   Ah, o amor nos filmes ><  Tem coisa mais feliz do que ver duas pessoas que se amam finalmente se acertando, em um penhasco na Irlanda ou no meio de Nova York?  Ah, eu acho que não ❤  Para mim, assistir filmes sempre foi uma das melhores coisas da vida, uma das coisas mais mágicas e satisfatórias que existem, mas tenho que admitir que adoro as minhas sessões mais ainda quando elas contam com  filmes de  grandes narrativas de amor e felicidade *w* .

   Por isso, e aproveitando que hoje é o Dia de São Valentim nos EUA e que um clima romântico está dominando a internet (e gerando gifs muito fofos), eu achei que seria uma boa hora (ainda mais porque finalmente pude dar uma pausa nos meus estudos -.-‘) para vim falar um pouco desses filmes que me fizeram e ainda fazem muito feliz e que contam bonitas e divertidas estórias de amor : ) Então, vamos lá!  Preparados?

  1. Casa Comigo? (2010) trailer
Leap-Year-06-1

É com a Amy Adams *-*

   Eu posso eleger esse filme facilmente como um dos filmes que eu mais vi na minha vida. E eu assistiria ele mais umas dez mil vezes, para vocês terem ideia do quanto eu gosto dele!

   O filme conta a estória de Anna (de Boston <3) que é namorada há muito tempo de um cara (que é cardiologista). Eles estão à procura de um apartamento para morarem juntos, mas ela não está totalmente feliz, ela queria ser pedida em casamento. Mas… até agora nada.

   Um dia, seu namorado tem que viajar para a Irlanda para uma conferência de médicos e, assim, vai ter que passar o dia 29 de fevereiro, o dia do ano bissexto, lá. Acontece que na Irlanda eles tem um tradição bem antiga na qual as mulheres pedem os homens em casamentos nesse dia, a própria avó da Anna pediu a mão de seu vô irlandês nessa data !

   Logo, eis a ideia: Ela vai, de surpresa, atrás do namorado para pedi-lo em casamento. E tudo está lindo e perfeito, e ela está decidida e feliz. Até que ela pega uma tempestade forte e a viagem muda de rumo. Até que ela acaba parando em uma cidadezinha irlandesa sem conhecer ninguém. Até que ela tem que fazer um irlandês turrão a levá-la até a capital Dublin de carro, porque não há outros meios de chegar até a cidade.

   Até que ela percebe que às vezes o que a gente quer não é necessariamente o que a gente precisa.

   O filme é uma gracinha, é divertido, leve e tem uma mensagem muito bonita *-* Em uma escala de 10, para mim ele é 10 com estrelinha !!

2. Orgulho e Preconceito (2005) trailer

dd

A fotografia do filme é maravilhosa !

         Este filme é baseado no livro, de mesmo nome, de Jane Austen, que é considerada uma das maiores escritoras britânicas de todos os tempos.

   Aqui, conhecemos Elizabeth Bennet, uma garota inteligente e sem muitas papas na língua, mas que é sensível e muito sensata. Sua família é composta de seus pais e suas 4 irmãs o que, para a época, não era muito bom para as finanças da família, já que 5 meninas representavam 5 dotes a serem pagos e, além disso, nenhuma filha poderia receber a herança de um pai na Inglaterra do século 18. Logo, a preocupação da mãe de Lizzie é a de casar todas as suas 5 filhas e ela acaba por ficar meio obcecada  e um tanto caricata) por isso. Eles vivem em uma parte rural inglesa, sem muitas novidades.

   Mas tudo muda quando um milionário chega a região, junto de seu amigo turrão, o Sr. Darcy, a quem Lizzie irá desprezar ( ou não… : D )

   Bom, a partir daí começa uma estória muito bonita, cheia de frases lindas, na Inglaterra georgiana. É um filme (e um livro) atemporal do qual eu gosto muito.   Novamente, 10 com estrelinha pra ele *_*

   Bom, por hoje é isso pessoal !Esses são dois dos meus filmes favoritos e fico muito feliz de poder falar deles por aqui ! : )

   Espero que todos tenham um ótimo 14 de fevereiro, sendo  dia de São Valentim ou não aonde você está !

   Que a Força esteja com vocês  e até logo  : )

Meu Olá e seus motivos : )

  Muito bem. Vamos lá. 2016 chegou e com isso veio uma nova lista de resoluções na minha agenda. Muitas dessas resoluções ainda são as mesmas dos anos anteriores ( se alimentar melhor, estudar mais, não deixar matéria acumular, ler os livros que faltam em vez de comprar mais livros – como se fosse realmente possível -…), mas uma das resoluções de 2016, uma daquelas escritas com canetinha roxa, é totalmente inédita para mim: começar um blog. Meu. Só meu.

  Acho um pouco assustador isso.

Continuar lendo